domingo, 18 de janeiro de 2015

SONOMA & NAPA VALLEY: os vinhos da California irão te surpreender.

>> Olá! Meu blog mudou de endereço. Acesse diretamente WWW.LALAREBELO.COM (clique aqui) para acessar os mesmos posts, só que mais atualizados e com mais informações. Dicas de novos destinos estão sendo postadas somente lá no LALAREBELO.COM. Te espero lá! Obrigada! <<

Já ouviu falar nestes dois lugares? Sonoma e Napa? Eu adoooro tomar um vinhozinho e também sou encantada pela Califórnia. Portanto, uma viagem dessas não poderia dar errado!



Antes de começar a escrever, quero deixar avisado: gosto muuuuuito de vinho (é minha bebida preferida atualmente) e estou sempre tomando, mas não sou uma MEGA entendedora do assunto (tenho vontade de ser!! Quem recomenda algum curso?!). Sei o básico... Consigo dizer se o prato X vai melhor com tinto, branco ou rosé ou se o vinho está pééééssimo (ou delicious! hehe). Mas a habilidade de imaginar frutas, bosques, madeiras etc. ainda não é comigo. rsrs. O legal de viajar para essas duas regiões é que você NÃO precisa ser expert para aproveitar! As vinícolas por si só já são um baita passeio (maravilhosas), as paisagens, as cidades... Tudo é tão lindo, organizado e verdinho que você vai sair de lá bem empolgado. Ainda mais depois de tantos wine tastings! :)


ENTENDENDO AS DUAS REGIÕES
Os dois vales "gêmeos", como foram apelidados (Napa Valley e Sonoma Valley), são, juntos, a 2ª atração mais visitada da Califórnia (ficando atrás apenas da Disneyland). Estão no norte da Califórnia e ficam bem pertinho de San Francisco, a apenas 1h30 de carro. São mais de 400 vinícolas produzindo os melhores vinhos dos Estados Unidos e alguns dos melhores vinhos do mundo. Ou seja, se for a SF, já sabe: essa é uma "esticadinha" que você não pode deixar de fazer! (clique aqui para ler o post sobre San Francisco). 


Sonoma e Napa no mapa da California/Costa Oeste dos Estados Unidos | Google Maps

Napa e Sonoma estão lado a lado e, apesar de serem regiões bem parecidas, existem algumas diferenças básicas (na verdade, existe até uma "rixinha" entre os dois condados): 

- Bons entendedores de vinhos dizem que é em Sonoma onde se produz, de fato, os melhores vinhos da Califórnia; 
- O Napa é mais famoso, mais comercial e mais turístico (ficou famoso em 1976 quando dois vinhos da região foram eleitos melhores que vinhos franceses em uma degustação às cegas);
- Sonoma é rústico e bucólico, enquanto o Napa oferece ao visitante experiências mais sofisticadas; 
- Você pode comer muito muito bem em Sonoma, mas os top restaurantes estão em Napa (Bouchon, French Laundry, Ad Hoc...); 
- Napa é mais caro do que Sonoma. Os hotéis, restaurantes e entradas/wine tours das vinícolas custarão em média 30% a mais no vizinho mais famoso. 

Mas NÃO se preocupe em ESCOLHER qual das duas você vai conhecer. Em menos de meia horinha você vai de um condado ao outro, além de ser super prazeroso dirigir pelas estradinhas, em meio a tantas plantações, vinícolas (casarões)... Você vai acabar conhecendo as duas regiões de qualquer maneira. Escolha um hotel que você goste e as vinícolas que vai querer visitar! Eu me hospedei em Sonoma, mas fiz várias degustações incríveis no Napa. 

Muita gente acaba indo ao Napa e a Sonoma apenas para passar o dia (bate-volta de San Francisco ou uma paradinha entre a capital da Califórnia, Sacramento, e SF) mas recomendo FORTEMENTE que você fique uns dias por lá :)


Mapa do Condado de Sonoma e do Condado de Napa | fonte: 101 Travel Destinations

COMO CHEGAR EM SONOMA & NAPA VALLEY
O jeito mais fácil de chegar é via San Francisco. Porém, não existem vôos diretos do Brasil para San Francisco (SFO). Mas existem vários que saem de São Paulo (GRU) e/ou Rio de Janeiro (GIG) e fazem apenas 1 conexão para chegar (copy + paste do post de SF!! hehehe): 

TAM (conexão em Miami/MIA ou em Nova York/JFK)
Delta (conexão em Atlanta/ATL ou em Detroit/DTL) 
American Airlines (com conexão em Los Angeles/LAX ou em Dallas/DFW ou em Miami/MIA ou em Nova York/JFK) 

Chegando em San Francisco, alugue um carro em uma das dezenas de locadoras do aeroporto SFO (pesquise aqui) e parta rumo à terra do vinho californiano (1h30 - 2h de viagem) para dias bem etílicos! \o/ 

Quanto ao caminho, nem se preocupe. Além de ser super bem sinalizado, GPS, Waze e Google Maps funcionam perfeitamente bem nos Estados Unidos. Mas eu e meu marido nem isso tínhamos. Só no mapinha mesmo e tudo certo!

Visto americano é um assunto que quase todo mundo já conhece, né?! Brasileiros precisam dele para entrar no país. Da última vez, achei bem fácil renová-lo. Se precisarem da ajuda de um despachante, recomendo a Ana Galdino Assessoria em Documentação, que já usei e deu tudo certo. 


ONDE SE HOSPEDAR
Como você viu no mapinha acima, Sonoma Valley é formado por várias cidadezinhas, mas a maiorzinha e mais interessante delas é a de mesmo nome, Sonoma. Já o Napa Valley possui 6 cidades principais: Napa, Yountville, Oakville, Rutherford, St. Helena e Calistoga. Achei a Cidade do Napa não muito charmosa em comparação às outras. Portanto, dessa lista todas de nomes, na minha opinião, vale a pena ficar com apenas dois, para escolher seu hotel: Sonoma e Yountville

- SONOMA | Sonoma Valley
Tem um centrinho fofo (Sonoma Town Plaza) cheio de restaurantes agradáveis, lojinhas e hotéis ao redor da praça principal. Algumas vinícolas ficam dentro da cidade! Dá pra ir a pé da pracinha (fomos assim a Sebastiani). Tem também um centro comercial bem legal chamado CornerStone Gardens

Para saber tudo sobre Sonoma (hotéis, restaurantes, vinícolas, atividades etc.), acesse o site oficial da cidade clicando aqui

O hotel escolhido:
. The Lodge at Sonoma Resort & Spa (Renaissance - Marriott) 
Achei este hotel MARAVILHOSO! Foi lá que me hospedei. Super bem localizado, bem pertinho da praça principal de Sonoma e com fácil acesso às estradas que levam às vinícolas mais distantes e ao Napa Valley. O hotel é um charme que só! Mesmo sendo "maiorzão" (um Renaissance, né?!), é cheio de detalhes. Tem spa, quartos com decoração leve (passa aquela tranquilidade...), piscina (pena que fazia uma friaca quando fui!!) e ótimos restaurantes/cafés. Aliás, um restaurante que você não pode deixar de ir mesmo se não estiver hospedado lá, é o Carneros Bistro. Delicioso! Fica bem na entrada do hotel. Reserve pelo site. Não acredito que quase não tirei fotos lá!!! :( Tive que pegar várias do site do Renaissance. 

The Lodge at Sonoma | foto: marriott.com
Lodge Guest Room no The Lodge at Sonoma | foto: marriott.com 
The Lodge at Sonoma | foto: marriott.com
Almoço no restaurante do Ledson Hotel e queijos na Sonoma Cheese Factory - ambos na pracinha principal da cidade
Lojinhas na Sonoma Square | foto: marriott.com
Sonoma City Hall, bem no meio da praça

+ Dica de hotel budget em Sonoma, sem perder o charme: The Sonoma Hotel - super bem localizado, na esquina da praça principal, com diárias a partir de 125 dólares. 

- YOUNTVILLE | Napa Valley
Yountville, entre as cidades do Napa Valley, foi a que mais gostei porque fica bem localizada, ainda no "comecinho" do Napa, perto também de Sonoma, o que facilita as visitas às diversas vinícolas dos dois condados. Outro ponto positivo dessa cidade é que é lá onde estão os super restaurantes da região (alguns bem famosos, com chefs renomados, entre os melhores do mundo). A cidade é até mesmo conhecida como a "Capital Gastronômica do Napa". No dia que passamos por lá, estava acontecendo uma feirinha de rua, com venda de vinho e comidinhas, bem legal! 

Outra coisa pra se fazer lá é visitar o V Marketplace, que fica na rua principal, Washington Street. É um shopping com bons restaurantes, lojinhas de presentes e acessórios para casa, wine bar e wine shops, galerias de arte e muito mais. Gostei. 

Para saber tudo sobre Yountville (hotéis, restaurantes, vinícolas, atividades etc.), acesse o site oficial da cidade clicando aqui

O hotel escolhido: 
. North Block Hotel
Muito bem localizado, na Washington Street, rua onde estão boa parte dos melhores restaurantes da região. Aliás, é DENTRO do North Block Hotel que está o restaurante mais casual do Chef Richard Reddington: Redd Wood (italian inspired). É um um hotel boutique que mistura um charme "antigo" com modernidade. Tem piscina externa. 


North Block Hotel | foto: northblockhotel.com
Quarto Premium King, North Block Hotel | foto: northblockhotel.com
Pelas ruas da fofa Yountville... (Washington Street) | foto: napavalleylifemagazine.com 
V Marketplace, em Yountville

+ Dica de hotel budget em Yountville, com um conceito bacana: Napa Valley Railway Inn - muuuito bem localizado ("colado" no top restaurante Bouchon). O hotel transformou vagões de um trem antigo (~100 anos) em confortáveis suítes. No mínimo, diferente! As diárias custam a partir de 125 dólares.


Hotel Napa Valley Railway Inn, construído com vagões de um trem antigo | foto: napavalleyrailwayinn.com

ONDE COMER
Preparem-se, porque a lista é GRANDE!!! Além de tomar vinho, o que há de mais gostoso para se fazer em Napa & Sonoma Valley é COMER! ;)

- Bouchon Bistro | 6540 Washington Street, Yountville
Famoso restaurante de comida francesa do Chef Thomas Keller, presente também em Las Vegas e em Beverly Hills. Reserve pelo Open Table


Bouchon Bistro, do Chef Thomas Keller | foto: site oficial thomaskeller.com

- The French Laundry | 6640 Washington Street, Yountville
Mais um do Thomas Keller Restaurant Group. Esse é o primeiro, o melhor e o mais tradicional restaurante de comida francesa (bem sofisticada) do Napa. É um 3 estrelas no Guia Michelin San Francisco pelo 6º ano consecutivo. Faz parte também do Relais & Chateaux. Não seria para menos: o restaurante é CARÍSSIMO (o menu degustação de 9 pratos custa US$295 por pessoa) e as reservas podem ser feitas com 2 meses de antecedência pelo telefone disponível no site. No momento (jan/14) está fechado para reforma, mas reabrirá em algumas semanas. 


O super chique e famoso The French Laundry | foto: site oficial thomaskeller.com

- Ad Hoc | 6476 Washington Street, Yountville
Maaaais um do Thomas Keller. Esse cara dominou geral o Napa Valley, heim?! hahaha. Esse é bem mais casual e serve American comfort food, as comidas que fizeram parte da infância do Chef (isso significa: spaghetti, almôndegas, frango assado, cheesecake, panquecas...). O menu é formado por 4 pratos que mudam a cada dia, e custa em torno de US$50 dólares. Slogan do restaurante: "temporary hunger relief" (alívio temporário da fome). Confira o menu do dia aqui. Reservas pelo Open Table

Ad Hoc Restaurant - "hunger relief" | foto: site oficial thomaskeller.com

- Redd | 6480 Washington Street, Yountville
Super tradicional e elegante no Napa. O Redd, do Chef Richard Reddington, é um restaurante de comida criativa, com influências da Ásia, Europa e México. Almoçamos lá e gostamos muito. Aprovado! O 2º restaurante deste chef em Yountville, muito mais casual e inspirado pela cozinha italiana (Redd Wood), fica dentro do hotel que indiquei acima, o North Block Hotel. Reservas pelo site


Restaurante REDD em Yountville | fotos: site oficial reddnapavalley.com

- Carneros Bistro | 1325 Broadway, Sonoma
Este restaurante DELICIOSO fica dentro do hotel que me hospedei, o The Lodge at Sonoma. Cozinha moderna "farm-to-table" (da fazenda para a mesa). Veja menu aqui. Comi um filé mignon com molho bernaise que lembro até hoje (já se passaram 3 anos...) :D


Carneros Bistro at The Lodge at Sonoma | foto: marriott.com

- The Fremont Diner | 2698 Fremont Drive, Sonoma
Este "restaurante" foi um mega achado enquanto dirigíamos de uma vinícola para a outra em Sonoma. O ambiente informal e descolado e o conceito super criativo nos chamaram a atenção. Em todos os restaurantes que indiquei acima, você irá comer "bonitinho". Mas neste, é para pisar na jaca total!!! Aberto no café da manhã, almoço e jantar, o menu é aquele típico menu que se espera de uma lanchonete americana: waffles, panquecas, omeletes, burgers, batata frita, mac n' cheese, milk shakes e muito mais. Apesar de "soar" comum, nossos lanches estavam mais gostosos do que o normal! Não deixe de ir ou, ao menos, dar uma passada. 


Exterior do The Fremont Diner em Sonoma 
Nossos super milk shakes... hum!
Adorei o conceito descolado da lanchonete! The Fremont Diner, Sonoma

>> Além das dezenas de super estabelecimentos renomados para almoçar ou jantar na região, praticamente todas as vinícolas também tem um restaurante dentro delas, com ótima comida e claro, acompanhado de ótimos vinhos. Então, não se preocupe. Uma coisa é certa nessa viagem: você vai COMER E BEBER MUUUITO BEM! Para ver uma lista mais completa com vários locais para almoçar ou jantar em Napa ou Sonoma, além dos que citei acima, clique aqui


VINÍCOLAS
Agora, a parte que mais interessa! E que é o motivo da viagem de praticamente 100% das pessoas que vão até Napa e Sonoma :)

As vinícolas que conheci: 

- Robert Mondavi | Oakville, Napa Valley
Conhecer essa vinícola é praticamente "obrigatório" na sua viagem, porque Robert Mondavi é um dos enólogos mais famosos dos EUA (faleceu em 2008) e foi ele quem deu início à fama da região do Napa Valley como uma excelente e mundialmente conhecida produtora de vinhos (o cara é um baita marketeiro). Foi uma das primeiras vinícolas a oferecerem tours. Nós fizemos o walk-in tasting - Kalon Tasting Room, que não precisava de reserva, e incluía degustação de 4 vinhos ganhadores de prêmios (de qualquer forma, acho melhor dar uma ligada antes). Mas eles oferecem diversos outros programas como tour + curso de noções básicas de wine tasting, acesso a adegas exclusivas etc. (veja opções aqui). Não espere algo mega customizado, pois a vinícola é hoje uma das mais turísticas do Napa. 

Os melhores vinhos que produz são: Cabernet Sauvignon e Sauvignon Blanc


Entrada da vinícola Robert Mondavi - o formato deste edifício deu origem ao logo da marca

Os vinhedos da Robert Mondavi... (e a chuvinha que não parava!!!)
Sala de fermentação - tudo muito moderno


Degustando vinhos Robert Mondavi no final do tour



- Beringer | St. Helena, Napa Valley
Essa é a nossa queridinha :) A Beringer também é uma das primeiras vinícolas do Napa (a mais antiga considerando as que nunca deixaram de operar), fundada em 1876 pelos irmãos Jacob e Frederick Beringer, de origem alemã. Acho que de todas que conheci, essa foi a que achei mais BONITA. Não é grandiosa e moderna como algumas outras mas tem muito charme. A propriedade é linda, cheia de jardins impecáveis, e a casa principal da vinícola (The Rhine House), que remete à residência dos irmãos Beringer na Alemanha, é cheia de detalhes em madeira e vidro, uma graça tanto por fora como por dentro. 

As visitas e degustações na Beringer são interessantes porque passam pelos famosos túneis subterrâneos (365m lineares) para envelhecimento dos vinhos. A rocha mantém a temperatura ideal nos túneis (14,5ºC - 15,5ºC) o ano todo e com a umidade perfeita para o armazenamento de vinhos. Recomenda-se fazer reserva. 

Os melhores vinhos que produz são: Chardonnay e Cabernet Sauvignon. Mas os que eu gostei mesmo foram o Red Moscato e o White Zinfandel (um rosé docinho e fresh, delííícia). São da linha "Classic" (casual wines for casual wine drinkers = não muito entendedores! rsrs). Ainda bem que a Benringer tem uma ótima distribuição no Panamá e eu sigo consumindo seus vinhos aqui :)

The Rhine House - a casa principal da vinícola Beringer
Dentro da Rhine House - lindos vitrais e detalhes em madeira
Os túneis subterrâneos para armazenamento de vinhos e a Old House - Beringer | fotos: beringer.com
Passeando pela vinícola Beringer... Essa chuvinha não ajudou muito :( 

Nossa descoberta durante a degustação: Beringer Red Moscato (docinho...)
Old Books, Old Friens, Old Wines...
Meu amado, docinho e fresh Beringer White Zinfandel :)

- Domaine Carneros | Carneros, Napa Valley
Essa vinícola é famosa pelos seus espumantes (sparkling wines), produzidos a partir do método Champenoise. Foi fundada pela família que está por trás da famosa e tradicional marca francesa de champagnesTaittinger. A "sede" da vinícola é por si só uma super atração. O château (castelo) da Domaine Carneros foi inspirado pelo Château de la Marquetterie, na Champagne, França, datado do século 18, que é a casa da Champagne Taittinger. É lindíssimo e terminou de ser construído em 1989. Além dos sparkling wines, desde 1992, a Domaine Carneros vem se dedicando a produção de Pinot Noir (meu vinho tinto preferido - super suave!). Você pode apenas degustar vinhos e espumantes by the glass, que foi o que fiz, ou realizar visitas guiadas (reserve pelo site). 

Os melhores vinhos que produz são: espumantes Brut Cuvée, Le Rêve Blanc de Blancs (o mais top) e Brut Rosé e o tinto Pinot Noir


Chegando a Domaine Carneros
O Château


Terracinho delícia para degustar alguns espumantes


Degustando o Brut Cuvée e o Rosé
Cuidado com as ovelhinhas que você vir nas estradas... Elas podem não ser de verdade! hahaha

- Chateau St. Jean | Kenwood, Sonoma Valley
Fundanda em 1973, foi a primeira vinícola de Sonoma a receber um título de "Vinho do Ano" pela revista Wine Spectator, pelo seu Cinq Cépages Cabernet Sauvignon 1996 (uma garrafa dessas custa hoje US$350). Produz apenas vinhos finos e de altíssima qualidade. Escolhemos visitar essa vinícola principalmente pelas fotos que vimos do lugar. O castelo é lindíssimo e os jardins são considerados os mais bonitos de Sonoma. O Château foi construído em 1920 como residência de verão de uma família (Goff Family) que fez fortuna com minas de ferro. Além das degustações e visitas guiadas, a vinícola oferece outras atividades (que acho bem mais legais) como picnic e degustação no jardim. Veja lista aqui. Reserve sua visita pelo site

Os melhores vinhos que produz são: Cabernet Sauvignon e Chardonnay







- Sebastiani | Sonoma, Sonoma Valley
Essa vinícola é a que falei anteriormente que fica DENTRO da cidade de Sonoma (walking-distance do nosso hotel), pertinho da praça principal. A história da Sebastiani começou nos arredores de 1900 quando seu fundador, Samuele, se mudou da Toscana, na Itália, para a Califórnia. Fomos para fazer a degustação na barra mesmo, e os vinhos eram excelentes. Mas também é possível fazer tour guiado pela vinícola (veja aqui). Me apaixonei pelo rosé (já deu pra perceber que adooooro rosés, né?! hehe) Eye of the Swan, por ser bem docinho e refrescante. Não o encontrei na lista de vinhos doces no site da Sebastiani, mas achei bem atraente o 2013 Simphony (acho que eu iria gostar! hehe). 




Nós e o vinho rosé "Eye of the Swan" da Sebastiani - delicioso! 
Vinhedos da Sebastiani


As vinícolas que não conheci, mas que fiquei com muuuita vontade:

- Sterling | Calistoga, Napa Valley
Ficamos loucos para conhecer essa vinícola quando vimos as fotos de lá em um livro no hotel. A arquitetura do lugar e o teleférico com vista panorâmica (único da região) parecem demais!! Pena que quando ligamos, com apenas um dia de antecedência, não tinha mais vaga para o wine tour :(


O teleférico para passeios com vista panorâmica dos vinhedos | foto: sterlingvineyards.com
A arquitetura super moderna da Sterling Winery | foto: sterlingvineyards.com

- Benzinger | Sonoma Valley
Vinhos 100% biodinâmicos, orgânicos e sustentáveis. Oferecem tours com carrinhos elétricos + degustação. 


Tour de carrinho elétrico pela vinícola | foto: benzinger.com

- Chateau Montelena | Calistoga, Napa Valley
Castelo simplesmente UAU, desses de princesas da Disney. Vinícola fundada em 1882. 


O castelo incrível da vinícola Chateau Montelena | foto: montelena.com

- Viader | Napa Valley
A vista pelas fotos é maravilhosa e os vinhos Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc são muito bem avaliados. 


Vinícola Viader, em Napa | foto: viader.com

>> Para ler sobre todas as vinícolas de Sonoma e Napa e decidir quais deseja visitar, acesse: 
- Site oficial de Sonoma County
- Site oficial de Napa County

Existem também vários aplicativos para smart phone com guias e informações dos locais. Apenas digite "Napa Valley" ou "Sonoma" em sua App Store (ou similar) e baixe o que gostar mais. :)


OUTRAS ATIVIDADES

- Passeio de balão
Essa é uma atividade muuuuito incrível para se fazer no Napa Valley. Um must na sua viagem. Imagine a vista dos vinhedos e das vinícolas do vale lá de cima??? O passeio era uma das coisas que mais queríamos fazer na nossa viagem também, mas este tipo de atividade depende sempre das condições climáticas. E não pegamos uma época boa :( Marcamos nosso passeio para o nascer do sol, com café da manhã e champagne, mas infelizmente, às 5h da manhã fomos informados de que tudo tinha sido cancelado porque o tempo estava horrível. Com essas coisas não se pode brincar, né?! Melhor não arriscar! Ficou pra próxima! 

Nós "arranjamos" nosso passeio de balão lá mesmo, através do nosso hotel em Sonoma, assim que chegamos. Mas se já quiser combinar previamente, acesse o site da Balloons Above the Valley


Sobrevoando Napa Valley de Hot Air Balloon | foto: weinspireme.com

QUANDO IR E QUANTOS DIAS FICAR
Como vocês devem ter percebido pelas fotos, o tempo não estava nada bom durante nossa visita à região. A chuva atrapalhou bastante. Fomos no final de março/12, portanto, pela minha experiência, não recomendo ir nesta época (apesar de que pode ter sido "azar" mesmo, pois vi várias recomendações de que é ok ir em março e abril). Mesmo assim, aproveitamos muuuuuito. 

A melhor época para se conhecer vinícolas é sempre no período da colheita, quando os vinhedos estão verdinhos e carregados de uvas (falei disso no post de Mendoza, Argentina). A colheita na região do Napa e Sonoma (harvest time) acontece em AGOSTO (mas muitas vezes já começa no final de julho e vai até setembro). 

Nós ficamos 2 noites e 3 dias quase completos, e conhecemos, na minha opinião, muitas vinícolas (5 no total - mais do que bom!), fazendo passeios bem tranquilamente, parando para comer bem, sem pressa. Há quem faça 5 vinícolas ou mais em um único dia. Eu acho too much, bem exagerado e corrido. Se você é um apreciador de vinhos, e quer conhecer mais propriedades, indico ficar pelo menos 4 dias na região


COMO FAZER OS PASSEIOS
Bom, todo mundo sabe que álcool e direção não é uma combinação recomendada rs. Mas nas degustações, você toma bem pouquinho e bem devagar (não saímos "bêbados" de nenhuma vinícola). Fizemos tudo com nosso próprio carro mesmo. As leis na Califórnia são beeem rígidas, por isso avalie bem como quer fazer. EU, na minha ida ao Napa e Sonoma, não vi nenhuma blitz policial. Mas, aí é com vocês! ;)

Para quem não quiser arriscar, contrate um serviço de transfer (mas verifique antes se o tour é particular - essa é a única maneira de garantir que você vai ter mais liberdade para escolher as vinícolas que deseja visitar, sem acabar caindo em pegadinhas, indo apenas às vinícolas que dão comissão ao motorista).  

Neste site aqui há algumas sugestões de empresas que fazem este serviço. Outras duas empresas das quais li boas recomendações foram: Beau Wine Tours e Incredible Adventures

Outra forma de conhecer as vinícolas é de BICICLETA! Why not? Ainda dá pra ir queimando as milhares de calorias que você ganhou comendo e bebendo... hehehe. Mas prepare-se, porque não é tudo "tão pertinho" assim :) Clique aqui para saber mais. 

***

E aí, gostaram de Sonoma e do Napa Valley? Que tal então tomar um vinhozinho neste fim de dia??? Delícia! Já estou aqui abrindo o meu!

Fiquei com vontade de voltar pra lá após escrever este post! Lugarzinho muito especial. Espero que você também tenha curtido :) 

Depois de conhecer Napa e Sonoma, pegamos a famosa e incrííível estrada Highway 1, passando por San Francisco, Monterrey, Carmel, Big Sur, Santa Barbara, Los Angeles... Tudo pela costa, bordeando o pacífico. Lindo! Em breve, escrevo sobre essa viagem aqui também. Aguardem! :)

Dúvidas? Outras sugestões de passeios, hotéis, restaurantes e vinícolas? Escreva abaixo clicando em "Comentários"

Cheers!!!

>> Olá! Meu blog mudou de endereço. Acesse diretamente WWW.LALAREBELO.COM (cliqueaqui) para acessar os mesmos posts, só que mais atualizados e com mais informações. Dicas de novos destinos estão sendo postadas somente lá no LALAREBELO.COM. Te espero lá! Obrigada! <<

Obrigada pela visita!
Beijos, Lala
(para fotos e dicas diárias, siga @lalarebelo_travelblog no Instagram)

>> Se você gosta de fazer viagens com desgutação de vinhos, não deixe de ler também o post sobre Mendoza, a capital do vinho argentino, clicando aqui. <<

8 comentários:

  1. Would you like to follow each other via GFC? Let me know and I'll follow you back ASAP :)
    http://fashionailsartsbyanna.blogspot.com.es/
    Kisses!

    ResponderExcluir
  2. Laaaaaaaaaaaah
    Sou louca para fazer uma viagem dessa por vinícolas.
    Além de gostar de vinho, o lugar por si só já é maravilhoso.
    Para variar, seu post está de encher os olhos e de dar vontade de fazer a mala AGORA e pegar um avião.
    Amei, amei!

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tecaaaaaa!!! tomar vinho é uma delícia!! esse tipo de viagem de vinícola em vinícola é uma delicia!!! Que bom que vc gostou do post :) hahahahaha isso aíiii bora viajar!!! jáááá!!!
      Beijos!!! Amanha tem post meu no seu :D
      Lala

      Excluir
  3. Ótimo post! Tô indo daqui a alguns dias e suas dicas e fotos ajudarão muito! ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela, que bom que gostou!! Obrigada!! Espero que as dicas sejam úteis na viagem!! Vc vai amaaaar o Napa Valley, Sonoma e a California como um todo! Demais. Beijos, Lala

      Excluir
  4. you are post a very nice blog. I got my infirmation through your blog. please keep it up.I like it
    Visit :- Winery Tour Of Napa

    ResponderExcluir
  5. How awesome was than Napa?! I wish I spent more time there - so vast and only so many wines you can drink before it gets OOC. You had great weather too which is a plus and hello to the cheese. Loved driving around the Napa with the hood down and music up. I wanna go baaaaack!!!
    Visit: Napa Wine Tours

    ResponderExcluir
  6. I have visited your website which was really good,I would like to tell you one more thing that you maintained blog nicely very less people maintain there blog as you did..
    Napa Wine Limo Tours | Sonoma Limousine Services

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, dúvidas ou sugestões! :)